História: A educação e o comportamento de prostitutas no passado

Em muitas épocas as prostitutas recebiam uma educação excelente e eram verdadeiras especialistas na arte de fazer um homem feliz. Na Grécia antiga meninas pequenas foram já levadas para escolas famosas como a da Safo de Lesbos para aperfeiçoar se no amor desde cedo. Em outras culturas com no império romano o abastecimento com prostitutas dedicadas foi garantido pelo grande número de escravas. Quem queria abrir um prostíbulo ou um barzinho podia comprar meninas bonitas por um preço às vezes bem modesto pela grande oferta. O dono tinha todos os direitos e podia torturar meninas birrentas, preguiçosas, indóceis e frias até elas se submeterem e cumprirem qualquer desejo. Até o século 20 a polícia ajudou em muitos países até do primeiro mundo. Na Alemanha, por exemplo, um cliente que não gozou ou não recebeu o que ele pediu e pagou podia chamar a polícia e ela obrigou a puta para terminar o seu trabalho devidamente. Na França as prostitutas foram registradas. Uma menina que quis fazer programa precisava de um carimbo na identidade. Os cafetões levaram as suas putas para serem registradas, e assim elas não podiam jamais voltar para uma vida normal, porque se ela procurasse um outro emprego cada um veria na identidade a palavra “prostituta”. Isso fez as putas totalmente dependentes dos cafetões e elas tinham que esforçar-se muita para satisfazer as exigências.
Na Camboja o governo comunista de Pol Pot disponibilizava kombis e micro-ônibus e eles colocaram em cada veículo algumas moças novinhas e gostosas e ofereciam-nas de graça para a população. O comportamento das moças era vigiado pelo partido e a polícia, para elas contribuírem da melhor forma para o bem-estar geral. Já que segundo o ideal comunista tudo deve ser de graça e ninguém recebe dinheiro, eles colocaram a ideia em prática com as bucetas e outras entradas dessas garotas, que eram prostitutas comunistas e 
assim literal e realmente propriedade comum de todo o povo.
Hoje em dia falta na maioria dos países uma supervisão organizada e as prostitutas ficariam sem treinamento nem controle de desempenho se não fossem a máfia e outras organizações de tráfico de mulheres.


Na Roma nenhuma lei coibiu a formação de grandes quantidades de prostitutas completamente submissase e aperfeiçoadas, escolhidas entre as muitas meninas escravas, que os exércitos capturavam ou que comerciantes trouxeram de outros países. Elas recebiam um treinamento com todos os requintes de castigos e educação.

A máfia russa transforma meninas inúteis em

boas prostitutas, que dão muito lucro.
Ela procede com severidade e muitas vezes com

brutalidade.
As máfias russa, albanesa e turca, entre outros, compram as meninas novinhas nas regiões mais pobre da Rússia ou na Moldávia ou em outros países, treina-as, marca-as como a sua propriedade e leva-as para outros países para servir aos homens e ganhar dinheiro para a máfia. Até no interior de Itália e outros países novinhas semi-nuas enfeitam as estradas. Elas são baratas e absolutamente submissas e obedientes. 
Açoitar putas é um divertimento muito comum para os homens da máfia, e muitas vezes as meninas são açoitadas em frente de espectadores, entre eles oficiais da polícia e políticos.




A qualidade das putas e escravas era tão boa, porque cada cidadão teve o direito de educar as suas escravas assim como quiser. 
 
Se as escravas foram muito rebeldes, o governo se incumbiu a corrigir e castigá-las. O castigo máximo era a crucificação.
Crucificação de putas na Roma


  











Vc acharia melhor, se o governo liberasse, que prostitutas podem ser escravizadas e punidas, educadas, vendidas e compradas livremente ?
Sim, se elas fossem escravas, teriamos prostitutas muito melhores e poderiamos comprar meninas gostosas e submissas do Brasil e de outros países
Não, acho que a escravização das putas só pioraria a qualidade do trabalho delas
Acho que não devem escravizar meninas brasileiras, mas deveria ser possível, comprar escravas em outros países para formar mais prostitutas boas e submissas
Não sei

Um comentário:

  1. É maestro, parece que vc gostou da cadeia né? Continua publicando barbaridades inconcebiveis. Tua sorte é que a justiça brasileira é omissa e te deixou sair pela porta da frente da delegacia por míseros 5000,00. Que adianta ter 8 milhões de discos vendidos na Europa, que adianta ser um maestro respeitado se por dentro tu é um ser humano podre? Mas fica tranquilo, tu é reincidente, agora não vai escapar seu pedófilo desgraçado.

    ResponderExcluir