Educação religiosa e ética para prostitutas, garotas de programa, dançarinas e outras putas



Também putas tem uma vida mais saudável, se elas podem orar, cantar e fazer devoções
É muito bonito ver as putas de um puteiro unidas em uma devoção.Não demora nem dez minutos, e com certeza vão trabalhar depois aindamelhorar.
Alguns teólogos acham, que uma puta tem que se vestir, se ela ora a Deus. Mas Deus aceita a oração de uma índia ou de uma prostitutas nua da mesma forma como a de um cardeal enfeitado em talares preciosos. Também pedreiros o salva-vidas não trocam a roupa, se eles em uma pausa de seu serviço fazem uma oração.

Putas evangélicas famosas
A maioria dos cafetões prefere que as suas prostitutas não sigam a nenhuma religião. As razões por essa atitude são falta de conhecimento sobre as religiões do lado dos cafetões, e ao outro lado pastores e padres que em vez de somente consolar, confortar e orar com as meninas para elas sejam fortalecidas pela religião para enfrentar o seu trabalho difícil e dar um bom testemunho no lugar onde eles estão, tentam afastar a elas do seu trabalho e semear discórdia entre elas e seus superiores. Embora que é óbvio que isso é um pecado claro de tais religiosos, existem tais pastores, e o cafetão não quer que as suas meninas  tenham contatos com uma pessoa que mina a autoridade dele.
Organizações de e para prostitutas como “Piranhas para Jesus” ou “Hookers for Jesus” trabalham então nos dois sentidos: Mostram para os pastores que é necessário aceitar as meninas assim como elas são e lhes outorgar o devido serviço, o que são a palavra, os sacramentos e a oportunidade de participar no trabalho da igreja como coral, louvor, retiros, juventude, sem discriminação das prostitutas ou de outras meninas.
Ao outro lado a associação mostra aos cafetões que é para o próprio bem dele se ele deixa às meninas a sua crença e possibilita, que elas cresçam na fé: Em primeiro lugar uma meninas crente vai ser muito mais feliz e equilibrada, e a saúde da alma e mental contribui sempre muito para a beleza geral. Também uma menina mais saudável vai trabalhar mais e melhor, e render assim muito mais. Em segundo lugar uma menina crente vai ser mais obediente, submissa, dócil, mansa e humilde, sobretudo se ela é cristã ou budista. Entre os budistas o melhor ramo para manter as meninas em submissão é o Budismo “Teravada” de Tailândia, entre o cristianismo as igrejas evangélicas, sobretudo os pentecostais, e certas igrejas particulares que tem um fundo ou origem pentecostal.
O desempenho de putas evangélicas ou budistas verdadeiramente crentes é espetacular. Estima-se que prostitutas e outras putas evangélicas, que vivem a sua fé, rendem quatro vezes mais do que putas normais. Isso é, porque pelo melhor desempenho e mais dedicação e submissão elas já ganham mais por hora, depois elas são mais trabalhadoras e obedientes e atendem por muito mais horas, e finalmente elas não desperdiçam e não brigam por seu dinheiro, da maneira que o cafetão pode tranquilamente ficar com 80% ou 90% ou mais dos ganhos da puta. Elas são também boazinhas e o cafetão não precisa mandá-las para cursos de reeducação e aperfeiçoamento ou submetê-las a castigos fortes, que implicam em feridas e em seguida a alguns dias de trabalho e rendimentos diminuídos.  Além disso, elas são humildes e submissas, e o cafetão não precisa comprar roupas, enfeites e outras coisas fúteis para manter a elas bem humoradas, mas elas trabalham bem porque são realmente boas e submissas. Somando tudo isso o cafetão tem um lucro de na média três vezes maior do que com putas comuns. (Veja tb o exemplo em baixo.)
Mesmo se a puta se encontra em 
poder de malfeitores rudes, ela 
não fica rebelde,mas ganha os 
corações pelo enfeite mais precioso: 
A sua submissão e humildade.
Por isso não é uma decisão sábia afastar as suas meninas da religião. Pelo contrário, ele deve incentivá-las. Nisso não deve proceder muito direto, para ninguém perceber que ele só pensa em seu próprio bem. Mas se tiver prostitutas que querem ir para a igreja ele deve deixar, e facilmente outras putas se ajuntam. O cafetão deve, porém, escolher a igreja. Não pode ser uma igreja onde as putas são discriminadas e o pastor tenta convencê-las para trair e abandonar o seu cafetão, suas colegas e a sua profissão. Infelizmente não tem muitas igrejas que recebem as prostitutas com braços abertos, - razão por que a associação “Hookers for Jesus” (Piranhas para Jesus) já fundou uma igreja própria para as prostitutas. Muitos cafetões preferem manter as suas meninas no prostíbulo, porque eles muitas vezes não sabem o que o pastor ensina sobre obediência na prostituição, e na dúvida tranca-as no puteiro. 
As meninas devem receber, todavia, a permissão de fazer devoções em uma sala, sozinhas ou com ajuda de um pastor ou diácono. É muito bonito ver as putas cantarem e orarem, contrariando completamente a imagem ruim que algumas pessoas tem das putas e prostitutas. Assim o cafetão pode escolher a pessoa, que vem para fazer missão. O ideal é que essa pessoa aborda também temas como obediência aos superiores e a obrigação da mulher ganhar almas para Cristo pela perfeita submissão e docilidade dela. Se a prostituta ouve da boca de um religioso que ela ganha méritos com um bom comportamento e trabalho dedicado, mas cai em pecado se não obedece ao seu cafetão e aos clientes, ela vai se sentir melhor e vai viver em harmonia perfeita das regras do seu trabalho e das leis da religião.

Dia internacional das prostitutas.Em baixo: A cidade Bochum, Alemanha, festejou o dia com um culto e uma exposição.


 

 

15 mandamentos para prostitutas e putas 

1.      Ela ora sem parar. Isso significa que ela ora também através do trabalho. Um trabalho dedicado, em submissão e humildade, é uma oração agradável a Deus.

2.      Ela cuida de seu corpo, porque ele é dom de Deus. Assim como um jogador de futebol agradece pelas pernas ou um pianista pela mãos hábeis, uma puta agradece pelos peitos, boca, olhos, bucetinha, bunda, cuzinho, língua e mais que Deus lhe deu para ela poder trabalhar e agradar aos outros. É responsabilidade de qualquer pessoa evangélica cuidar de seus dons e usá-las.

3.      Ela nem furta nem engana. Não furta dos clientes, nem falta no dever de entregar a mercadoria que o cliente paga. Ela não engana nem os clientes nem ao cafetão, dono, locadora e mais, mas cumpre seus deveres com alegria. Se o cliente não fica satisfeito com o trabalho da prostituta, ela se esforça mais ainda em vez de discutir, ganhando o coração do cliente pela perfeita submissão e obediência.

4.      Ela entrega sem reclamar a parte estipulada ao cafetão, dono do puteiro, protetor ou dono da puta ou outros curadores de putas. Se ele exige mais de 70% ela não reclama, mas se esforça ainda mais, porque se ela ganhar muito, até os poucos porcentos que lhe restam já são uma ajuda boa para a sua família.

5.      Ela não bebe nem fuma, nem toma drogas para não desperdiçar dinheiro e não prejudicar o corpinho, que é para o cafetão, o dono e os clientes.

6.      Ela não desperdiça seu dinheiro, mas usa-o ao favor da família dela ou entrega-o ao dono ou cafetão ou economiza para um dia casar e usá-lo para estudar, abrir um negócio ou a favor do marido e dos filhos.

7.      Ela não fala sem ser perguntada, mas se um cliente ou uma colega pergunta, ela dá testemunho de sua fé e seu amor a Jesus. Para chamar a atenção das pessoas ela pode usar uma cruz na coleira ou uma tatuagem com o nome de Jesus ou um símbolo cristão como a cruz ou um peixe em um lugar estratégico.

8.      Ela é submissa e obedece em tudo ao seu cafetão e aos outros superiores.

9.      Ela paga os dízimos na igreja com alegria.

10.  Ela não reclama, mas engole tudo. Mesmo se ela é maltratada, levando surras e sendo torturada, ela não se rebela, mas mostra perfeita submissão para ganhar corações para Jesus e mostrar com essa atitude que ela é realmente seguindo a Ele.

11.  Ela sorri muito, é gentil, sincera, suave e humilde.

12.  Ela sabe que um cliente, que aluga uma puta, torna-se temporariamente o dono dela. Por isso ela deve a ele submissão total e se dedica com tudo para satizfazê-lo.

13.  Se ela tem folga e permissão do cafetão ou dono, ela freqüenta igrejas para louvar a Deus e se fortalecer na fé, porque no trabalho ela tem às vezes contatos com infiéis, perversos e criminosos e precisa de um espírito salubre e forte para trabalhar neste meio.

14.  Se as outras putas a judiam ou maltratam, ela também não reclama mas se submete, mostrando submissão também para com elas.

 15. Ela agradece a Deus e ao cafetão ou dono sempre por ter a oportunidade de servir como prostituta boa e submissa e pede a eles para fazê-la cada vez mais perfeita, obediente, submissa e gostosa. Ela quer ser útil e agradável e uma bênção para seus superiores, seus clientes, sua família e para as colegas.

Pelo fato que muitas igrejas rejeitam as
prostitutas a Piranhas para Jesus
fundou uma igreja própria.
Também putas devem ter seu lugar na igreja.
Puta, ama o seu cliente
Irmã, se você tem às vezes dificuldades de atender a certos tipos de clientes, porque eles são muito feios, safados, cínicos, rudes, mal-educados, fedorentos, sujos, ou te causam medo pelo jeito deles ou têm outros defeitos, não fique surpreendida. A grande maioria das putas e prostitutas sente a mesma coisa. É uma falha, mas uma falha que tem cura e que Deus te vai perdoar, se você se arrepender e pedir o seu perdão.
A rejeição de outras pessoas é causada por certos parâmetros, que não se encaixam no perfil que nós aprendemos a considerar como gostoso. Esse perfil é formado pela educação e a influência da sociedade. Por isso o gosto muda.
Teve épocas, em que os homens gostavam de mulheres gordas. Teve outras épocas, em que a grande maioria gostou de meninas, que eram como meninos adolescentes, sem cadeiras largas, sem bunda e com pouco peito. Teve outras épocas em que os homens gostavam mais de outros homens, preferindo transar com homem antes de transar com mulheres. Tudo isso é fruto de influência do seu meio-ambiente. Por exemplo: se um menino de dez anos observa escondido, como uma banda de jovens de favela castigam uma menina novinha negra, tirando-lhe a roupa para que todos transarem com ela, ele se excita e no fundo do coração queria ser um dos estupradores, só que não seria aceito.
Agora pode acontecer que esse desejo momentâneo não sai mais da cabeça dele, e na vida toda a maior fantasia sexual será estuprar uma negrinha dessas. Quem sabe, para ficar mais perto do desejo ele namora ou casa com negrinhas parecidas dela, que foi estuprada pelo grupo.
Pode acontecer também, que ele repara, que isso é só fruto do passado, e ele suprime o desejo no seu cérebro e se acostuma a amar também outro tipo de mulheres, que talvez combine melhor com a vida dele.
É assim como uma pessoa, que come. Pode ser que vai passar uma prova ou vai ter que jogar futebol, e pensa: tenho que comer algo leve, que não sobrecarregue a digestão e tenha vitaminas suficientes. Ele entra uma loja ou restaurante e escolhe as coisas certas.
A maioria, porém, não consegue viver assim. Ele entra na loja, querendo comprar as coisas boas, e vê produtos industrializadas e acaba comprando doces ou salgadinhos com Coca-cola. Os desejos de sua carne eram mais forte do que a prudência dele.
Mas se ele é prudente, vai passar por esse processo muitas vezes e seu corpo se adapta e submete à prudência, e depois ele não gosta mais de Coca-cola e outras coisas nocivas. Aprendeu influenciar e mudar o seu gosto.
E isso nós meninas temos que fazer também. Uma mãe, que repara que ama um filho menos do que o outro, deve se influenciar para amar a todos. Uma esposa, que não ama seu marido, porque talvez casasse por convenção ou por vontade dos pais ou pelo dinheiro ou foi comprada pelo marido ou forçada para casar, tem que se acostumar a amar seu marido, seja ele bom ou mal.
Um homem, que tem várias esposas, deve também amar a todas elas sem restrições. Todas as religiões ensinam isso.
Da mesma forma uma escrava ou prostituta tem que amar seu dono, cafetão ou outro responsável, sendo ele seu superior, seja ele bom ou mal. E da mesma forma ame também todos os seus clientes. Se alguém deles é muito vil, nojento ou feio, se lembra que você não é melhor  ou maior do que ele. Se convence que você é mais baixa do que ele e deve ser feliz ser usada por ele. Se lembra, que seu dever é dar prazer a ele e não a si mesma. Se lembra que na hora do atendimento deve pensar só no bem dele e não na sua vantagem. Se lembra que ele é uma pessoa que Deus criou com seu amor. Se lembra que ele precisa de amor, como todas as pessoas, e talvez não recebe de ninguém, a não ser de você. Dá lhe toda sua bondade, amor, meiguice e seu corpo gostoso, sem restrições. Se lembra que seu corpo é dele, na hora em que ele te alugou.
E se você tem clientes ou cafetões ou outros superiores, que são muito violentos, injustos e maus e te maltratam, responde às surras, tapas e outras torturas com seu amor puro. Quando mais ele te bate e maltrata, mostre lhe cada vez mais seu amor e fala que você o ama e quer ser sua puta e escrava obediente. Você vai se acostumar e ver, que amar incondicionalmente é a coisa mais linda e gostosa no mundo. Se você aprende essa arte, sua vida vai ser uma festa, porque seu trabalho se transforma em algo que te satisfaz e te dá prazer e te faz feliz. Feliz por poder amar e ajudar ao seu próximo.

Oferta integral de uma prostituta jovem


Amélia é órfã e cresceu em casa de um cafetão, que a abrigou gentilmente e lhe ensinou uma profissão, a prostituição. Com 13 anos ela começõu a fazer programas, mas com 17 anos ela virou evangélica através do programa Piranhas para Jesus e um ministério da igreja batista. Depois ela trabalhou com ainda mais alegria, paixão e entusiasmo. Faz em um puteiro bom entre 10 e 20 clientes por dia e o seu cafetão leva um lucro (fora do aluguel no prostíbulo) de 20 mil por mês. 

Depois de a menina melhorar tanto, o cafetão passou uma parte para ela, atualmente 5%, então R$ mil. A menina falou: “Meu cafetão me dá de tudo, ele é meu segundo pai; me da comida, quarto, roupa, tudo, o que mais quero?” Por isso ela orou a Deus, e no outro dia ela ouviu na rádio da igreja universal o pastor falar sobre a oferta integral, isso é, ofertar o salário integral.
Uma puta boa e submissa 
é um anjo para os próximos. 
Por isso elas devem ter uma 
religião boa.
Aí Amélia se sentiu chamada e queria fazer a mesma coisa. Mas embora que o pastor queria a oferta integral só uma vez por ano, Amélia a dá com alegria todos os meses. O pastor dela não sabe da origem do dinheiro, porque ela coloca-o sem envelope na oferta.
Enquetes mostram: As prostitutas evangélicas são as melhores
Na verdade não tem razão pelo medo dos cafetões da religião. Enquetes mostram, que quase 50% dos homens preferem prostitutas evangélicas ou já fizeram a experiência, que prostitutas evangélicas são mais gostosas, uns 30% acham que tanto faz, e uns 7% preferem católicas e outros 15% ateias. Os que preferem ateias pensam que elas são mais inibidas no sexo, mas a maioria sabe que isso é uma ilusão, porque essa safadeza do mundo se desfaz logo, porque as meninas do mundo pensam só em suas vantagens, enquanto as evangélicas querem servir e oferecem verdadeira paixão, amor e submissão. Além disso agrada a natureza alegre e feliz, mas não metida, antes um pouco tímida, mansa, meiga e dócil. 
Evangélica significa então algo atraente também para os não-evangélicos. Por que é assim? A resposta achamos em outras enquetes como por exemplo essa:
(Ache as enquetes a seguir em  Orkut: Evangélicas gostosas )
A associação Piranhas para Jesus
53 votos (até agora) relatam que as evangélicas são mais gostosas porque elas abrem mais as pernas no sexo, molham mais fácil, oferecem sempre também o cuzinho e se entregam totalmente. 50 pessoas elogiam que elas chupam com mais dedicação e engolem tudo. 48 gostam que elas andam muito de saia e têm um andar mais feminino, e 46 elogiam que elas são mais limpinhas e que adoram tapas na xaninha nua. Em tudo uma imagem de uma mulher bem feminina, limpinha e submissa, que se entrega sem frescura. Não dá pra estranhar, que as mais gostosas nesse sentido são consideradas as meninas da Assembleia de Deus, que sempre se destacam com seus vestidos, saias e saltos altos, hábitos e andares femininos e submissão total.
Uma puta evangélica ou adepta de uma outra religião boa exprime a sua gratidão e alegria sempre com a boa qualidade de seu trabalho.


Vale a pena investir em putas evangélicas? Duas putas iguais em comparação:
Angélica e Mariana são duas putas negras de 19 anos, de Belo Horizonte. As duas trabalham na Rua Guaicurus. As duas são bonitas, até parecidas uma com a outra. A única diferença: Mariana é evangélica. Parece pouca diferença, mas vejam as consequências:

Sendo Mariana evangélica, ela é mais boazinha, prestativa, dedicada, limpinha e submissa. Por isso ela consegue por programa na média R$ 28, enquanto Angélica só arranja 21. Por causa de seu desempenho e comportamento perfeito Mariana arranja mais de dois clientes por hora, enquanto Angélica só consegue um e meio. Além disso Mariana trabalha duas turmas, 20 horas, e Angélica só uma turma. Por isso Mariana chega por dia a 42 clientes, ganhando R$ 1176,  mas Angélica só arranjando R$ 315 com 15 clientes.

Mariana paga aluguel pelo quarto de 180, sobrando R$ 996, Angélica só pela metade do dia R$ 100, sobrando R$ 215. O cafetão dela gasta também um dinheiro com presentes para ela, leva-a para cinema e passear, enquanto Mariana não precisa nada disso como estímulo, mas trabalha o dia todo sem reclamar. 
Apesar dos presentes e outros estímulos Angélica precisa de vez em quando de uma surra tão forte, que fica um ou dois dias sem trabalhar. Além disso ela alega de vez em quando que seria doente e não trabalha, e em festas ela bebe e passa às vezes mal no outro dia. Por isso ela ganha somente R$ 4500 por mês, mas Mariana ganha 30 mil.

Angélica recebe 25% do que ela ganha, que são R$ 1125, o cafetão fica com 3375, mas gasta disso uns 500 comprando presentes, roupas, perfumes e mais para a sua puta e leva-a para passear em seu carro chique, que gasta muita gasolina. Ele tem muito trabalho com Angélica e ganha 2875, o que dá para sobreviver, já que ele têm seis meninas, mas vejam agora o rendimento do cafetão da prostituta evangélica Mariana:

Mariana recebe de seu cafetão somente 5% e nunca reclamou, e não recebe nem presentes nem passeia com seu cafetão. Os 5% são R$ 1454, então mais do que Angélica tem, mas o cafetão fica com 28546, quase dez vezes mais do que o colega, embora que quase não gasta trabalho nenhum com Mariana. Só visita-a uma vez por dia para levar o dinheiro, e às vezes transa com ela para verificar, se ela não relaxou por acaso. Para manter a disciplina e boa forma de sua puta, ele dou-lhe na média uma surra por mês, se um cliente reclama de alguma falha ou se ela uma vez não alcança o mínimo de 25 clientes por dia, mas são surras educativas que nunca são tão forte que atrapalhariam Mariana em seu serviço.

Perguntado porque Mariana só recebe 5% e como ela virou prostituta com a perspectiva de ganhar tão pouco, o cafetão explicou: “Quando Mariana começou com 16 anos os amigos dela, que a convenceram a fazer programa, prometeram-lhe 50%. Ela trabalhou em uma cidade no interior, mas já algumas semanas depois eles a levaram para cá e a venderam por R$ 3 mil a mim. Disse logo para ela que posso só pagar 25%, e além disso cobrei pelos 3 mil 15% juros por mês, então R$ 450 por mês. Ela disse que precisaria de R$ 1000 por mês para pagar a seus pais, que cuidam da filhinha dela, que ela ganhou com 15 anos. 
Ela trabalhou meia turma e ganhou R$ 6 mil logo no primeiro mês, pagando tudo, embora que sobraram só R$ 50 para ela, teve então que comer pão seco e arroz com nada. Mas já no segundo mês aprendeu como ganhar mais clientes e atendeu com mais perfeição e ganhou R$ 9 mil. Com isso ela já pôde pagar uma parte da dívida, e em consequência no mês seguinte os juros diminuíram. Dentro de pouco tempo ela acabou com a dívida e começou a pagar um curso para fazer supletivo.

Achei que seria um desperdício dos verdadeiros dons dela e disse que tive alguns gastos imprevistos e por isso poderia só pagar 20%. Ela não reclamou, mas conseguiu ganhar R$ 11 mil. Aí perdi uma puta muito boa, branca, alta e bonita, porque ela adoeceu seriamente, e falei com a negra que com esse revés poderia futuramente só pagar 15%. Ela conseguiu aumentar os ganhos para R$ 12 mil e continuou estudando, só que eu vi, que ela poderia ganhar muito mais, trabalhando duas turmas. 
Por isso falei com ela, quando meu filho foi preso por tráfico de drogas, que eu teria que ajudar ao meu filho e esperaria a solidariedade de minhas putas. Por isso pagaria somente 10%. Ela ficou calada, mas olhou para o chão e quase chorou, porque não sabia como pagar a vida dela assim. Aí falei que achei um absurdo um puta minha gastar dinheiro com supletivo, enquanto meu próprio filho sofre na prisão, e disse lhe que deveria para de estudar. Em vez de apertar carteiras de escola deveria investir em sua beleza e habilidade, mas as habilidades se desenvolveriam quanto mais ela trabalhasse. Disse que ela deveria trabalhar duas turmas.

Ela não respondeu nada, só olhou para baixo, mas não chorou. Aí perguntei se ela aceitasse a minha proposta e ela disse de sim.

Ela ganhou 18 mil, o que era bastante para ela, embora que seus pais nessa época já exigiam R$ 1200, mas depois dos 12 mil em uma só turma no mês anterior eu sonhei com mais. 
Reparei que ela demorou às vezes no chuveiro e não estava sempre com tanta urgência atrás dos clientes. Também se ofereceu de biquíni, e meninas, que realmente precisam desesperadamente de clientes, se oferecem nuas, seja no quarto, visível pela porta meio aberta, ou diretamente no corredor. As duas formas, aliás, tem as suas vantagens, mas de qualquer forma, a puta deve ficar nua para aliciar mais clientes. Só embora que sejam putas elas têm vergonha, e os cafetões precisam de um jeito para incentivar ou obrigar as cadelinhas para ficarem nuas. Além de aliciarem assim mais clientes, não perdem tempo vestindo e desvestindo as roupas, é mais higiênico, porque a bucetinha sua dentro da calcinha, e o cafetão não precisa gastar dinheiro com calcinhas e sutiãs bonitas.

Por isso disse a ela simplesmente, que teria que ajudar a um sobrinho, que faz faculdade no Rio, e por isso poderia no futuro só pagar 5%. Foi sem problema, ela não reclamou, ficou perfeitamente submissa, como sempre. Demorou três meses, e ela conseguiu emplacar os 30 mil.
Vendo esse desempenho bom fiquei feliz, porque ela virou tão boa justamente porque eu tive a ideia de cortar-lhe as porcentagens. E isso é o meu dever: incentivar e educar as minhas putas assim, que elas se desenvolvem o mais rápido possível. Por isso o mundo precisa de cafetões.” 
A gente deve sentir a religiosidade da puta. Ela beija com fervor e a buceta dela é quente e molhadinha, e ela mostra dedicação, submissão e paixão
O lugar de uma puta é nos pés de Jesus. Nisso ela é igual a outros crentes, porque ninguém é tão sublime que pode ficar ao lado do Mestre
Ação missionária de Piranhas para Jesus
Annie Lobert, prostituta, missionária e fundadora da associação Piranhas para Jesus
Dois policiais grandes, gordos e armados contra uma puta pequena, frágil e ainda por cima algemada. Aí não fica nada do que esperar na ajuda de Jesus.
Petala Parreira é prostituta e ativista de Piranhas para Jesus no Espírito Santo, Brasil. Ela quer testemunhar com sua atitude absolutamente submissa, humilde, obediente, dedicada, apaixonada e mansa.
Petala participou em cartazes e recados de Piranhas para Jesus . Ela adora também ir para a igreja, cantar, dançar , orar e mais.
As putas budistas da Tailândia fazem culto em reverência aos antespassados.
Muitas prostitutas tem um pequeno altar com imagens de pais, avós e mais antepassados. Prostituindo-se eles contribuem para o bem deles, porqueos pais recebem um credito se eles vendem a filha a um cafetão, e podem assim viver melhor. Assim a religiosidade faz que a puta gosta de se prostituir e servir ao dono e aos clientes.

"E muito fácil ser uma prostituta boa. É simplesmente obedecer em tudo ao cafetão e aos clientes."
Na igreja ela pode falar abertamente de Deus, mas no trabalho ela não assedia os clientes. Mas ela usa uma cruz e tem o nome de Jesus gravado em um ponto estratégico. Assim acontece, que alguém pergunta, e ai ela pode testemunhar.


Petala é mansa e não reclama se resebe uma surra ou outro castigo. Se ela espontaneamente esquece a sua submissão e se rebela porque não aguenta as dores, ela se arrepende e desculpa depois, e pede uma punição ainda maior para ela aprender.









Puta evangélica molha quando é torturada

"Quero ser uma bênção para os meus clientes, o meu cafetão e a minha família"

Ela é uma jovem evangélica e uma prostituta dedicada, boa, submissa, obediente ao seu cafetão e aos seus clientes, sempre mansa e dócil e nunca preguiçosa.

Ela faz de tudo para satisfazer o seu cafetão e seus clientes, para fazer a eles felizes. Ela fala às colegas de Jesus e beija com paixão. Ela chupa nua, de joelhos, lambendo tudo, inclusive os bagos e o cu do cliente, deixa a ele enfiar fundo na garganta e engole.
O dinheiro que o cafetão lhe deixa ela manda para ajudar aos seus pais e irmãos. Ela não desperdiça seu dinheiro com roupas caras. Sai pouco do prostíbulo, e lá dentro quase não precisa de roupa. Se ela tem tempo livre, lê livros, aprende inglês e toca violão, coisas que contribuem para ser uma prostituta ainda mais perfeita.
Tudo isso, porque o amor é muito forte e vivo nela, e como evangélica ela obedece aos seus superiores.
"Meus superiores são meu cafetão, os funcionários do prostibulo e temporariamente o cliente. Porque na hora, em que ele me aluga, meu cafetão me dá a ele, e por isso ele é nesse momento meu superior. Se ele me maltrata ou até tortura não reclamo mas oro a favor dele, porque os homens que maltratam meninas fazem isso, porque eles são cheios de raiva e aborrecimento, eles sofrem com isso. Oro também que tais homens venham para mim e não torturem as outras meninas que não tem o consolo do evangelho e sofrem por isso muito mais sob maltratos e humilhações."
Claro que ela chupa com toda a dedicação e submissão de uma verdadeira puta evangélica submissa, dócil e boa; com isso ela quer sempre também mostrar, como uma evangélica e boa.
Leia mais sobre essa jovem exemplar no blog http://evangelicasfaceis.blogspot.com.br





 

 



Misty Stone é uma atriz de pornô dos EUA. Sua buceta e as outras entradas são sempre perfeitamente lisas, limpas e ela trabalha com alegria e paixão. E ela é crente. Ela conta: "Acredito em Deus com muita firmeza. Agradeço a ele por minha saúde e minha perfeição. Ele é a razão por meu sucesso." (leia a entrevista completa em inglês em http://www.hustlermagazine.com/features/articles/a-day-in-the-life-of-misty-stone )


Ela adora sair para a igreja de saia preta clássica, blusa branca e de salto alto.

itsallprimal:

Now let us go to the bedroom Kitten, I can see you are focused on something. Good, so am I.
Um rapaz mandou esse gif para uma moça evangélica no orkut e escreveu: Assim imagino uma puta evangélica boa, me seguindo como uma cadela e me chupando. Que conceito bom! Se todos os rapazes tivessem as evangélicas em tão boa consideração, muitos queriam casar com evangélicas boas e submissas, e muitos virariam evangélicos para alcançar seu alvo. Assim o mundo melhoraria.  Está então com as meninas cumprirem a sua parte e mostrarem sempre dedicação e submissão para serem boas parceiras, fêmeas, namoradas, noivas, putas e esposas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário